55 (41) 3342-0310 | 55 (41) 99722-6504 Av. Batel, 1550 • Sala 814 - Curitiba • PR Rua Maestro Cardim, 592 • Sala 1001 - São Paulo • SP Seg à Sex • das 9h às 18h

O uso de anticoagulantes orais pode diminuir a densidade mineral óssea?

Sim, o uso de anticoagulantes orais podem contribuir para diminuir a densidade óssea. Esse foi o resultado de uma pesquisa realizada por um aluno de mestrado da Dra. Victória Borba. O estudo foi publicado na Revista científica BONE e mereceu notícia na conceituada Revista da Sociedade Americana de Endocrinologia (AACE).

Após a analise de dados de cem pacientes que tiveram a prescrição para tomar anticoagulantes orais por pelo menos um ano, que foram separados por idade (média de 61 anos), sexo e raça, os pesquisadores observaram baixa massa óssea em todos os grupos em que os participantes foram divididos.

Para que servem anticoagulantes?

Os medicamentos anticoagulantes são usados para evitar a formação de coágulos no sangue. Os coágulos possuem função importante pois ajudam estancar o sangramento e auxilia na cicatrização de feridas. Porém, em determinadas situações, um coágulo pode bloquear a circulação do sangue e provocar uma série de doenças, entre elas: trombose, Acidente Cerebral Vascular (AVC), embolia pulmonar entre outras enfermidades.

O que é a diminuição da densidade óssea?

Nossos ossos se renovam regularmente e a perda de densidade óssea é normal e faz parte do processo de envelhecimento de todo o ser humano. Com o passar dos anos pode acontecer um desequilíbrio que causa a perda da massa óssea. Quando o enfraquecimento dos ossos atinge níveis altíssimos eles ficam frágeis e podem se quebrar com uma simples queda.

Por isso, vale ressaltar que os pacientes que fazem uso de anticoagulantes orais, não importando de qual tipo, devem ter sua densidade mineral óssea e qualidade por escore ósseo trabecular avaliada por um médico especialista.

A melhor forma de tratar o enfraquecimento dos ossos são as medidas preventivas, por isso, pratique atividades físicas, se alimente bem, evite consumir tabaco e álcool em excesso, tome sol por ao menos 15 minutos por dia e, em qualquer sintoma de enfraquecimento dos ossos, busque ajuda de um endocrinologista.

Anterior

Próximo

Compartilhar